segunda-feira, 16 de março de 2009

A Excelência da Escrita:

Os Amigos são sempre "os amigos". Os Grandes Amigos são sempre "amigos ainda mais especiais". O Carlos faz o favor de pertencer a estes últimos. Quando um Grande Amigo escreve algo de tão verdadeiro, sensível e tocante (mesmo sendo no Correio da Manhã) nós ficamos sem palavras e profundamente orgulhosos.
Quando li a "heresia" de hoje do Carlos (última do CM) fiquei sem palavras. Já lho disse, entendo que esta sua crónica é uma das melhores de sempre, atrevo-me mesmo a afirmar: a melhor de sempre desde que escreve no Correio da Manhã. Subscrevo-a palavra por palavra, linha a linha e fiquei com inveja. A inveja de não ter arte para escrever algo tão tocante. Estamos perante a excelência.
A escolha do "Pedaço de mim" do Chico Buarque é a cereja no topo do bolo. Por isso, repito, quem não leu a "Heresia" de hoje perdeu um dos momentos mais sublimes da história das crónicas na imprensa portuguesa nos últimos anos.
Eu também estou certo que este infeliz Pai trocaria a sua vida pela do seu filho.
Permitam-me publique aqui toda a crónica:
Heresias
Crime e castigo

2 comentários:

A. disse...

É bom ter amigos assim. É bom ter amigos como tu. Deles nnca te esqueces.

José Freitas disse...

um texto tocante, sem dúvida.